5 dicas para otimizar a distribuição de cargas na sua empresa

Por MXLOG

Melhorar a eficácia da distribuição de cargas exige monitoramento constante, planejamento estratégico, expertise do time e um bom layout do espaço que colabore com a produtividade.

Mas você sabe qual é o momento certo para otimizar o seu centro de distribuição de cargas? O principal motivo para isso é quando o armazém está com pelo menos 85% de sua capacidade preenchida. Outros motivos secundários podem ser considerados, como:

  • Mudança de ambiente;
  • Problemas com a distribuição;
  • Recursos em excesso.

Otimizar um centro de distribuição de cargas maximiza o espaço, reduz os pontos fracos da cadeia de suprimentos, oferece maior flexibilidade e melhora a organização do local. Além disso, com a organização do setor de distribuição, a empresa consegue também otimizar outros fatores da cadeia logística, como:

  • Inserir e alinhar novos processos sem modificar as operações diárias;
  • Reduzir as interrupções causadas por falta de espaço;
  • Ter mais precisão na coleta, e obter novas mercadorias;
  • Controlar os números do estoque, entrada e saída.

Mas para otimizar a distribuição de cargas, é preciso seguir etapas rigorosas em relação ao layout e processos. Vamos agora descobrir quais etapas são essas.

Etapas para otimizar a distribuição de cargas

O centro de distribuição depende principalmente das cargas, das vendas, das previsões de entradas e saídas, da expansão do negócio e, portanto, do crescimento da empresa. Com isso, pelo menos três etapas devem ser seguidas, são elas:

Planejamento

Através dos dados dos anos anteriores da empresa ou da previsão do que se espera, deve-se aplicar os indicadores de desempenho e iniciar o planejamento da distribuição.

Tenha em mãos a capacidade total de armazenamento atual, a capacidade para instalar novas máquinas e equipamentos, custos operacionais e as taxas de produtividade que se espera do setor.

São esses dados que indicarão a solução para otimizar a distribuição de cargas. Tudo deve ser considerado, desde fretes, trocas e devoluções, armazenamento de curto e longo prazo, e todo o processo de expedição, da coleta à etiquetagem.

Layout

Ainda no planejamento será possível analisar várias propostas de layout. Preste atenção aos detalhes, eles são tão importantes, que não deveriam se chamar detalhes.

E pensando no futuro e na expansão, como deverá ser o layout do futuro? O atual comporta um crescimento?  Analise os dados sem se esquecer das projeções.

Implementação

A última, mas não menos importante etapa consiste em executar. É o lançamento do que foi planejado, considerado e avaliado. Ao chegar aqui, tudo já deve ter sido considerado, os componentes estruturais, equipamentos, frota e as tecnologias disponíveis.

Só um plano detalhado possibilitará a otimização das instalações de forma produtiva, tudo deve estar alinhado, todos devem estar envolvidos: espaço, maquinários, dados, equipe, frota e projeções.

E assim segue o fluxo de otimização, que é constante. Otimiza, monitora, analisa o desempenho, compara, planeja novamente, verifica layout, implementa e segue até chegar no modelo ideal que funciona para a empresa.

Dicas para melhorar a produtividade de um centro de distribuição

Após as três etapas, será necessário manter a otimização. Para isso, a sua empresa precisa incluir clientes, fornecedores, parceiros e transportadoras para compreender melhor as necessidades.

05 Dicas que podem ser seguidas para manter a distribuição de cargas otimizada por mais tempo:

  1. Monitoramento constante do estoque. Registre em um cronograma todo o estoque, de forma a facilitar o rastreamento dos produtos;

  2. Tenha todos os dados de movimentação reunidos em um único local para implementar estratégias eficazes de distribuição sem que os funcionários precisem interromper suas tarefas a cada necessidade;

  3. Melhore o espaço com estratégias de implementação de equipamentos, tecnologia, estações de trabalho e acessibilidade. Isso envolve a planta do layout, conte com um profissional para essa organização;

  4. Etiquetação e rótulos são feitos para auxiliar os funcionários do setor. Isso otimiza o tempo e reduz as perdas. Todo o setor deve conter sinalização;

  5. Organize as mercadorias por rotatividade. Os que saem com mais frequência devem ficar mais visíveis e em locais de mais fácil acesso.

Outras dicas importantes:

  • Mantenha o espaço limpo e com caminhos livres para as máquinas, isso evita acidentes e reduz atrasos. O espaço livre também deve fazer parte do layout, nada de ocupar cada canto e lotar a capacidade do armazém;
  • Treine a equipe de distribuição. Seus colaboradores devem conhecer o espaço e os processos como a palma das mãos;
  • Avalie e reavalie tudo o que foi implementado com regularidade. Também fique de olho nas novidades do setor;
  • Contrate empresas especializadas, caso esse não seja o forte do seu negócio, o que soa bastante natural dependendo do seu setor.

A MXLOG oferece vantagens competitivas em serviço de armazenamento logístico. Por isso, temos a capacidade que a sua empresa precisa para oferecer uma distribuição segura e eficaz.

Nossa gestão de logística integrada abarca expedição, estoque e transporte em um só lugar. Com o melhor atendimento ao cliente do mercado!

Gostaria de conversar sobre o seu projeto personalizado?

Fale agora mesmo com um de nossos consultores. Conheça os serviços que disponibilizamos para você e sua empresa.

FALE COM UM CONSULTOR